Guterres pede respeito pela integridade territorial da Moldova

O secretário-geral da ONU visitou o país, que vive alguma agitação, especialmente na região da Transnístria.

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas, António Guterres, visitou esta segunda-feira a Moldova, país com área atualmente ocupada pelos russos. A Transnístria tem sido palco de alguma agitação e Guterres deixou claro que a integridade territorial do país não pode ser violada.

"Nós respeitamos e pedimos a todo o mundo que respeite a independência soberania e integridade territorial da Moldova. É essencial que essa integridade seja respeitada e qualquer violação da soberania de um país como a Moldova é um desrespeito da lei internacional e da Carta das Nações Unidas", afirmou o líder da ONU, numa conferência de imprensa conjunta com a primeira-ministra do país, Natalia Gavrilița.

António Guterres manifestou a preocupação de que a guerra na Ucrânia possa alastrar-se para outros territórios: "Estou muito preocupado com a continuação e o possível alastramento da guerra que a Rússia iniciou na Ucrânia e do impacto que está a ter, não só na região, mas em todo o mundo. Os países vizinhos, como a Moldova, já estão a enfrentar as consequências sociais e económicas do conflito."

O secretário-geral das Nações Unidas agradeceu ainda o esforço enorme feito pela Moldova no apoio aos ucranianos. O país, que tem 2 milhões e 600 mil habitantes, recebeu meio milhão de refugiados.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de