Guterres pede desculpa aos mais novos pela falta de atenção ao mar

O secretário-geral da ONU admitiu que a sua geração foi responsável politicamente pela degradação das condições dos oceanos.

O secretário-geral das Nações Unidas pediu hoje desculpa às novas gerações pela falta de atenção dada pelas gerações mais velhas e decisores políticos aos oceanos, sublinhando que ainda se está a caminhar lentamente para reverter o problema.

António Guterres discursava na sessão de encerramento do Fórum da Juventude e Inovação da Conferência dos Oceanos da ONU 2022 (UNOC - United Nations Ocean Conference), que decorre na praia do Carcavelos (concelho de Cascais)

"Eu quero pedir desculpa, em nome da minha geração, à vossa geração, relativamente ao estado do oceano, ao estado da biodiversidade e ao estado das alterações climáticas", afirmou o secretário-geral das Nações Unidas, falando para uma plateia de jovens.

O responsável admitiu que a sua geração foi responsável politicamente pela degradação das condições dos oceanos, por ter sido lenta, ou mesmo "sem vontade de reconhecer que as condições se estavam a deteriorar no mar".

"Mesmo hoje, estamos a caminhar lentamente no sentido de reverter a tendência e reabilitar os oceanos, salvar a biodiversidade e parar as alterações climáticas", acrescentou.

Além do secretário-geral das Nações Unidas, está também presente o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, a ministra da Energia do Quénia, Monica Juma, país que coorganiza a Conferência dos Oceanos com Portugal.

O ministro da Economia e do Mar, António Costa Silva, e o presidente da Câmara de Cascais, Carlos Carreiras, são outros dos presentes.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de