Homem detido por roubar cabo que provocou suspensão de comboio entre Madrid e Barcelona

A ligação do comboio de alta velocidade entre Madrid e Barcelona foi reestabelecida às 11h30 locais (10h30 em Lisboa). Suspeito foi apanhado em flagrante delito enquanto roubava vários metros de cabo de fibra ótica.

Um jovem de 19 anos foi preso na estação terminal de Santa Oliva, em Tarragona, por, alegadamente, ter cortado 600 metros de cabos de fibra ótica, que terão originado a interrupção da linha de alta velocidade (AVE) que liga Madrid a Barcelona, na madrugada desta segunda-feira.

De acordo com o El Mundo, o suspeito foi detido em flagrante delito enquanto roubava vários metros de cabo de fibra ótica na zona de Santa Oliva e ainda resistiu à detenção. Agora, o jovem será acusado de roubo, estragos e resistência aos agentes de autoridade.

A polícia da Catalunha recuperou parte do material roubado e não descarta que o suspeito faça parte de um grupo organizado que se dedica a extrair o material dos cabos para depois vender. A investigação continua a decorrer e não estão descartadas mais detenções, pelo que as forças de autoridade acreditam que os atos de sabotagem na linha do AVE estão relacionados com roubo e não tinham nenhuma componente de vandalismo.

Os atos denunciados foram realizados durante a madrugada, com o roubo de 600 metros de cabo de fibra ótica e de sinalizações, que provocaram a suspensão da circulação da linha de Alta Velocidade entre Madrid e a Catalunha. Em vários locais, entre L'Arboç (Tarragona) e Figueres-Vilafant (Girona) foram afetadas as comunicações e os sistemas energéticos.

A Afif, gestora das infraestruturas ferroviárias espanholas, restabeleceu a ligação entre a capital espanhola e Barcelona às 11h30 locais (10h30 em Lisboa). Ainda assim, estima-se que as ligações possam sofrer atrasos até o sistema estar totalmente normalizado.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de