Homem mais rico da República Checa morre em acidente aéreo no Alasca

O acidente aconteceu perto do glaciar Knik, a 80 quilómetros a leste de Anchorage, onde o empresário Petr Kellner praticava heli esqui.

O multimilionário Petr Kellner, considerado o homem mais rico da República Checa, morreu num acidente de helicóptero no estado norte-americano do Alasca, noticiou esta segunda-feira a rádio pública Raiozurnal, de Praga.

Segundo a emissora, o acidente ocorreu perto do glaciar Knik, a 80 quilómetros a leste de Anchorage, onde o empresário praticava heli esqui.

No helicóptero viajavam cinco pessoas.

Com uma fortuna estimada em quase dez mil milhões de euros, Kellner, 56 anos, encabeçava a lista de cidadãos checos mais poderosos do ponto de vista financeiro.

A revista norte-americana Forbes em 2019 situava Kellner no posto 73 da tabela dos mais ricos do mundo.

O grupo PPF, de que Kellner era o acionista maioritário com 99,93%, detém as empresas de comunicação social CME, que inclui a televisão NOVA -, a empresa de infraestruturas de telecomunicações CETIN, os bancos PPF Banka e Airbank, a companhia financeira Home Credit, a empresa de equipamentos da Skoda Transportation e a casa de apostas Sazka.

Kellner, pai de quatro filhos, também desenvolveu atividades no setor da educação, como a escola Open Gate, de Praga.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de