Homem na Alemanha recebeu 90 doses de vacinas para vender certificados

O homem não foi detido, mas está a ser investigado por falsificação de documentos e emissão não autorizada de certificados de vacinação.

Um homem de 60 anos terá recebido até 90 doses da vacina contra a Covid-19 na Alemanha para vender certificados de vacinação falsificados a pessoas que não queriam ser vacinadas, noticiou a agência de notícias alemã DPA.

Um homem de Magdeburgo, cidade no leste da Alemanha, terá recebido até 90 doses da vacina contra a Covid-19 em centros de vacinação do estado da Saxónia durante meses, até a polícia o ter identificado, refere a mesma agência.

O suspeito não foi detido, mas está sob investigação pela falsificação de documentos e a emissão não autorizada de certificados de vacinação.

O homem foi identificado pelas forças de segurança num centro de vacinação na cidade de Eilenburg, no estado da Saxónia, onde aparecia pelo segundo dia consecutivo para ser vacinado contra a Covid-19.

De acordo com a DPA, a polícia apreendeu vários certificados de vacinação em branco e iniciou os procedimentos criminais contra aquele homem.

Segundo a agência Associated Press, não é claro qual o impacto que cerca de 90 doses de vacina de diferentes marcas terão tido na saúde do homem.

A polícia alemã tem conduzido diversos mandados de busca relacionados com a falsificação de certificados de vacinação nos últimos meses.

O negacionismo em relação à vacinação e à pandemia tem levado várias pessoas na Alemanha a recusarem-se a serem vacinadas.

A Associated Press salienta que, mesmo não estando vacinadas, muitas dessas pessoas procuram ter um certificado de vacinação para terem acesso facilitado a espaços como restaurantes, teatros, locais de trabalho ou piscinas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de