Hong Kong adia eleições devido ao agravamento da pandemia

O adiamento das eleições para o Conselho Legislativo é anunciado um dia depois de as autoridades terem vetado doze candidatos da oposição.

A chefe do Governo de Hong Kong, Carrie Lam, anunciou hoje que as eleições legislativas, marcadas para o dia 6 de setembro, vão ser adiadas devido ao "agravamento da pandemia" de covid-19 na região.

"É a decisão mais difícil que tomei nos últimos sete meses, mas temos de garantir a segurança das pessoas e que as eleições decorram de forma livre e justa", afirmou Carrie Lam, em conferência de imprensa na região administrativa especial de Hong Kong.

O adiamento das eleições para o Conselho Legislativo é anunciado um dia depois de as autoridades terem vetado doze candidatos da oposição, entre os quais o dirigente do Partido Cívico, Alvin Yeung, e o líder estudantil Joshua Wong.

Esta sexta-feira, em conferência de imprensa, Wong disse que se trata de "uma caça às bruxas" referindo-se à desqualificação das candidaturas dos membros da oposição democrática.

"Podem vetar-nos, deter-nos e meter-nos na prisão. Até podem desmarcar as eleições e criar outro parlamento fantoche. Mesmo assim, a nossa voz vai continuar a ser forte. Impedir-me de me apresentar às eleições não vai fazer cair o nosso ideal democrático", disse Joshua Wong.

LEIA AQUI TUDO SOBRE A PANDEMIA DE COVID-19

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de