Incidência acumulada na Alemanha regista novos valores máximos

Na Alemanha, as farmácias juntam-se à campanha de vacinação e começam esta segunda-feira a administrar a vacina contra a Covid-19.

A incidência acumulada do novo coronavírus continua a registar valores máximos na Alemanha onde a partir desta segunda-feira as farmácias se juntam à campanha de vacinação num país com menos de 75% da população vacinada contra o SARS CoV-2.

A incidência acumulada subiu até aos 1.426,0 novos contágios por 100 mil habitantes, em sete dias, face a 1.400,8 no domingo, 1,176,8 na semana passada e 303,4 no mês passado, de acordo com os últimos dados do Instituto Robert Koch (RKI).

As autoridades sanitárias registaram 95.267 novos contágios nas últimas 24 horas e 49 mortos.

Na semana passada foram contabilizados 78.318 casos, havendo agora 2.857.00 casos ativos.

Na Alemanha, morreram 118.766 pessoas, vítimas de Covid-19, desde o início da crise sanitária e um total de 11.117.857 pessoas contraíram a infeção até ao momento.

De acordo com os dados de sexta-feira, a taxa acumulada de internamentos hospitalares num período de uma semana situa-se em 5,45 por cada 100 mil habitantes.

A taxa de ocupação nas unidades de cuidados intensivos, de pacientes infetados com Covid-19 é de 10,0% das camas disponíveis para a população adulta.

Até sexta-feira passada, 75,9% da população (63,2 milhões de pessoas) tinha sido vacinada e 74,4% (61,8 milhões) estavam inoculadas com as duas doses no país.

Na Alemanha, 54,2% da população (45,1 milhões de pessoas) foi inoculada com a dose de reforço.

As primeiras farmácias, das cerca de 18.500 existentes na Alemanha, começam esta segunda-feira a administrar a vacina contra o Covid-19.

LEIA AQUI TUDO SOBRE A COVID-19

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de