Cabo Verde à espera de Marcelo e Costa. São países "parceiros, amigos e povos irmãos"

Em entrevista à TSF, a embaixadora de Portugal em Cabo Verde diz que as expectativas são altas e que há quase 20 mil portugueses à espera de Marcelo Rebelo de Sousa e de António Costa no arquipélago.

De Portalegre ao Mindelo, em Cabo Verde, o Presidente da República vai ter um programa intenso das comemorações do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas. Ao lado do Primeiro-ministro, Marcelo Rebelo de Sousa é esperado nas ilhas de Santiago e de São Vicente.

Depois de ver o Dia de Portugal ser celebrado em França, Brasil e Estados Unidos, desde que Marcelo Rebelo de Sousa foi eleito Presidente, a embaixadora Helena Paiva fica honrada pela escolha de Cabo Verde.

"É a primeira vez que tal acontece, é uma representação importante e grande. A comunidade está muito contente e expectante e quer acarinhar o senhor Presidente da República e o senhor Primeiro-ministro na receção quer na Cidade da Praia, quer no Mindelo", afirma a embaixadora de Portugal em Cabo Verde.

Há quase 20 mil portugueses em todas as ilhas de Cabo Verde, a maioria com dupla nacionalidade, e as relações entre os dois países não podiam ser melhores, garante a diplomata. "Cabo Verde e Portugal têm um histórico comum de muitos anos. É uma relação muito densa, historicamente importante, atualmente também. A comunidade cabo-verdiana em Portugal e os portugueses de origem cabo-verdiana é grande e é significativa, o mesmo acontecendo aqui em Cabo Verde. É uma visão de parceiros, amigos e povos irmãos".

Relações que também funcionam a nível económico e político pois, sublinha a embaixadora, "as relações bilaterais estão num nível altíssimo (...), assim como as relações económicas. Portugal é o principal fornecedor de Cabo Verde, há sempre um grande interesse das empresas portuguesas no mercado cabo-verdiano e um grande interesse dos cabo-verdianos pelas marcas portuguesas".

Em Cabo Verde, o Presidente da República e o Primeiro-ministro vão ter um programa intenso, dividido pelas ilhas de Santiago e de São Vicente, com oito pontos de agenda num dia e meio, que incluem uma receção à comunidade portuguesa, um concerto, inaugurações, passeios e um desfile militar.

Continuar a ler

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de