Casal arrisca seis anos de prisão por roubar... areia

A areia branca da Sardenha é considerada um bem público e é estritamente proibido retirá-la da ilha.

Um casal francês que foi apanhado com 40 kg de areia da Sardenha no carro pode enfrentar até seis anos de prisão.

Os dois franceses alegaram que queriam levar a areia para casa como "recordação, e que não se aperceberam de terem cometido um crime.

A areia branca da Sardenha é considerada um bem público e é estritamente proibido retirá-la da ilha. A queixa já é velha. Há anos que os residentes reclamam do roubo de ativos naturais, tais como a areia.

O casal pode agora enfrentar uma pena de prisão de um a seis anos pelo crime de roubo, com a agravante de ter furtado um bem de utilidade pública, conforme noticia a britânica BBC.

De acordo com a lei de 2017, o comércio de areia, seixos e conchas é ilegal e pode ser mesmo punível com multas de até três mil euros.

A polícia encontrou a areia em 14 garrafas de plástico retiradas da praia em Chia, no sul da Sardenha, na bagagem do veículo pertencente ao casal de turistas.

O casal francês estava prestes a embarcar em Porto Torres, em direção a Toulon, França.

Em 1994, o acesso à conceituada praia rosa na ilha de Budelli, no nordeste da Sardenha, foi proibido devido às preocupações referentes ao seu futuro. Todos os anos desaparecem várias toneladas do areal da ilha.

"As praias arenosas são uma das principais atrações da Sardenha. Há duas ameaças: uma é a erosão, que é parcialmente natural e parcialmente induzida pelo aumento do nível das águas do mar devido às mudanças climáticas; a segunda é o roubo de areia pelos turistas", refere Pierluigi Cocco, residente na capital da Sardenha, Cagliari, e cientista ambiental, em declarações à BBC.

Para Pierluigi Cocco, não punir este casal seria abrir um precedente perigoso: "Apenas uma pequena parte dos turistas que visitam a Sardenha perdem tempo a armazenar e carregar 40 kg de areia. Mas se se multiplicar metade desse valor por 5% do milhão de turistas por ano, em poucos anos, isso contribuirá significativamente para a redução de praias - o principal atrativo turístico de Sardenha."

Os turistas, principalmente europeus, engarrafam a areia para depois leiloar em sites de licitação.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de