Greve surpresa cancela cerca de 60 voos em Bruxelas

Uma greve surpresa de controladores aéreos fez com que cerca de 60 voos fossem cancelados, esta quinta-feira, no aeroporto da capital da Bélgica.

Cerca de 60 voos foram cancelados esta quinta-feira no aeroporto internacional de Bruxelas devido à greve surpresa de controladores aéreos belgas, que também está a afetar o aeroporto de Charleroi, a sul da capital.

Entretanto, o tráfego aéreo no aeroporto internacional de Bruxelas estava paralisado, impedindo qualquer descolagem ou aterragem de voos comerciais até às 13h00 locais.

"O Centro de Controlo da área de Bruxelas permanecerá fechado entre as 09h30 e as 13h00 hora local (07h30/11h00 TMG)" devido a "ações industriais" no seio da Skeyes, a empresa pública autónoma encarregada da segurança do tráfego no espaço aéreo belga, informou o aeroporto de Zaventem-Bruselas através da rede social Twitter.

As cadeias RTBF e VTM falam de cerca de 60 voos cancelados na capital e uma dezena em Charleroi.

"Esperamos uma grave com impacto nos voos de passageiros e de carga operados no aeroporto de Bruxelas", indicou a infraestrutura de Charleroi no seu site, onde adiantou que é possível que haja "atrasos, anulações e atrasos das chegadas" ao longo de todo o dia, apesar da greve ter sido convocada para apenas a parte da manhã.

O aeroporto pede aos passageiros cujos voos foram cancelados para contactarem com as respetivas companhias para obter mais informação e aconselha a não se deslocarem para o aeroporto para evitar aglomerações.

Os controladores belgas queixam-se da carga de trabalho e de falta de pessoal.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de