Arquiteto I. M. Pei, criador da pirâmide do Louvre, morreu aos 102 anos

Pei ganhou um Pritzker em 1983.

O arquiteto sino-americano Ieoh Ming Pei, criador de vários edifícios emblemáticos, como a Pirâmide do Louvre, em Paris, ou Banco da China em Hong Kong, morreu aos 102 anos, foi hoje anunciado.

Nascido em Guangzhou em 26 de abril de 1917, Ieoh Ming Pei chegou aos Estados Unidos da América em 1935 e adquiriu uma reputação de nível mundial a partir da década de 80, acumulando diversos prémios internacionais, como o Prémio Pritzker, por muitos considerado o Nobel da Arquitetura, ou o 'Praemium Imperiale'.

O arquiteto morreu na noite de quarta para quinta-feira, anunciou o jornal New York Times, que cita o seu filho Chien Chung Pei.

A Pirâmide do Museu do Louvre, em Paris, terminada em 1989, é a sua obra mais conhecida, tornando-se um local de referência da capital francesa.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de