Europa e China vão estar ligadas por autoestrada intercontinental

O primeiro-ministro russo Dmitry Medvedev aprovou a construção de uma autoestrada que vai ligar a Europa à China. A obra vai contar com quatro faixas e começou a ser construída este mês.

A "Meridian Highway" vai percorrer a Rússia desde a fronteira com a Bielorússia até à fronteira do Cazaquistão estende-se por dois mil quilómetros. Assim, cria a mais curta rota de transporte de mercadorias entre a Europa Continental e a China, assinala a cadeia de televisão CNN.

O projeto vai custar cerca de 600 milhões de rublos - o que corresponde a 8,02 milhões de euros - e a empreitada ficará a cargo de uma empresa público-privada, com a participação da empresa Russian Holding, do antigo presidente da Gazprom, Alexandar Ryazanov.

Segundo a Russian Holding, a empresa já possui 80% dos terrenos para a construção da autoestrada intercontinental que visa melhorar a infraestrutura e, por sua vez a conectividade da área, para que seja possível o encurtamento da distância entre a Europa e a China.

Quando estiver pronta, e pelo menos nos primeiros anos da sua utilização, prevê-se que esta autoestrada seja uma alternativa mais cara - embora mais curta - do que as rotas marítimas e ferroviárias já existentes no momento.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de