Pentágono emite mais gases com efeito de estufa do que Portugal

Defesa norte-americana é responsável pela emissão de 59 milhões de toneladas de dióxido de carbono e outros gases por ano.

Um estudo da universidade de Brown, em Boston, revela que as atividades do Pentágono emitem - sozinhas - mais gases com efeito de estufa do que países pequenos como Portugal ou a Suécia.

Esta é a primeira vez que o impacto das operações de defesa dos Estados Unidos no ambiente foi estudado e, entre outros dados, revela que 70% da energia gasta pela Defesa norte-americana tem como fim a movimentação de tropas e de armamento.

Segundo os investigadores, se o Pentágono fosse um país, ocuparia a posição 55 do ranking dos países que mais poluem o planeta. Já Portugal ocupa o lugar 57 deste mesmo ranking.

Desde 2009, a Defesa norte-americana tem conseguido reduzir significativamente a utilização de combustíveis mas, por ano, liberta 59 milhões de toneladas de dióxido de carbono e outros gases com efeito de estufa.

O Pentágono não fica, no entanto, indiferente às alterações climáticas, considerando mesmo que são uma questão de "segurança nacional". Em janeiro, apresentou mesmo várias medidas ao Congresso para reduzir o seu impacto ambiental.

Continuar a ler

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de