Quadro de Caravaggio esteve 400 anos desaparecido. Agora vai poder ser visto

"Judite e Holofernes" foi encontrado num sótão em França e vai ser leiloado.

O quadro "Judite e Holofernes" do pintor italiano Caravaggio, encontrado em 2014, num sótão da cidade francesa de Toulouse, está em exposição na casa de leilões de Marc Labarbe até ser vendido no próximo dia 27 de junho.

A obra deverá entrar no mercado por um valor mínimo de 30 milhões de euros, segundo uma estimativa base da leiloeira, citada pela agência Efe, mas espera-se que o preço final supere os 100 milhões de euros.

"Judite e Holofernes", datado de 1607, desapareceu em 1617 e a sua existência tem sido comprovada por cartas entre comerciantes e pelo testemunho de época do pintor Louis Finson, amigo e agente de Caravaggio.

Marc Labarbe, proprietário da casa de leilões, localizou a obra, em bom estado de conservação, no sótão de um cliente que desconhecia a origem do quadro, lê-se na notícia da EFE.

Os proprietários apresentaram uma petição para obter o certificado de exportação, aprovado pelo governo francês, que classificou a obra como tesouro nacional, dando origem a propostas de compra provenientes, principalmente, dos Estados Unidos da América, de Espanha e de países do Médio Oriente.

Os especialistas, na avaliação da pintura, consideraram "a qualidade dos traços" como fator determinante da autoria de Caravaggio, ainda que a "autenticidade" tenha levantado algumas dúvidas, explica a Efe.

"Não tenho qualquer dúvida, porque trabalhei nele [no quadro] durante cinco anos. Considero que posso falar tanto como aqueles que o viram e dão as suas opiniões. Quando apresentámos o quadro em Itália sabíamos que estávamos a iniciar uma 'guerra' entre escolas [de arte], pois os especialistas odeiam-se uns aos outros", afirma Marc Labarbe à Efe.

"Judite e Holofernes", um quadro de inspiração bíblica que representa a decapitação do general Holofernes, já passou em exposição por Milão, Londres e Nova Iorque, e encontra-se agora em Toulouse.

O Palácio Barberini, em Roma, possui na sua coleção uma pintura anterior de Caravaggio, dedicada ao mesmo tema - "Judite decapitando Holofernes" -, que se encontra datada de 1598--1599, e que constitui um dos mais conhecidos quadros do pintor da "alma humana".

O leilão, no dia 27 de junho, pode ser acompanhado em direto no site "Caravaggio em Toulouse".

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de