Quénia é o terceiro país africano a aplicar vacina da malária a crianças

A malária mata mais de 435 mil pessoas por ano, a maioria crianças com menos de cinco anos.

O Quénia começou hoje a administrar a primeira vacina contra a malária a crianças nas áreas rurais com elevadas taxas de transmissão, tornando-se o terceiro país em África a aplicar o medicamento.

O ministro da Saúde queniano considerou, numa mensagem colocada no 'Twitter', que hoje é um "dia histórico" para este país, o terceiro a introduzir a aplicação da vacina em África, a seguir ao Maláui e ao Gana.

A malária é uma das principais causas de morte em África, reclamando a vida de 435 mil pessoas todos os anos, a maioria das quais são crianças com menos de cinco anos.

Apesar de a vacina apenas proteger cerca de um terço das crianças que são imunizadas, aqueles que são vacinados têm uma probabilidade maior de ter casos menos severos de malária.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de