Um português ficou ferido na queda de raio na Polónia

A vítima não estava inscrita na secção consular da Embaixada de Portugal em Varsóvia, pelo que não foi ainda possível estabelecer um contacto direto.

Há pelo menos um cidadão nacional afetado pelo relâmpago que atingiu zonas montanhosas na região fronteiriça entre a Polónia a Eslováquia, apurou a TSF.

Segundo informações obtidas pela Embaixada de Portugal em Varsóvia junto das autoridades polacas, o cidadão ficou ferido sem gravidade, e deverá ter alta ainda esta sexta-feira do hospital de Zakopane.

A vítima não estava inscrita na secção consular da Embaixada de Portugal em Varsóvia, pelo que não foi ainda possível estabelecer contacto direto com a pessoa atingida.

Esta ocorrência continuará a ser acompanhada pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros, através da Embaixada de Portugal em Varsóvia, garantiu fonte próxima ao Governo. A queda de um raio sobre a montanha Tatra, no sul da Polónia, provocou, esta quinta-feira, quatro mortos e pelo menos 30 feridos.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de