Isabel dos Santos contrata advogados para se defender de "alegações difamatórias"

Empresária angolana reitera que está a ser alvo de um ataque político "muito bem orquestrado".

Um dia depois de anunciar a saída do EuroBic e horas após o anúncio da intenção de venda da participação da Efacec, Isabel dos Santos regressou ao Twitter para reiterar que a investigação ao seu império tem motivações políticas.

"As alegações feitas contra mim nos últimos dias são extremamente enganosas e falsas. Trata-se de um ataque político muito concentrado, orquestrado e bem coordenado", escreve a filha do ex-Presidente angolano, José Eduardo dos Santos.

Na sequência da investigação jornalística que deu origem ao Luanda Leaks, a empresária acrescenta ainda que contratou advogados "para agir contra relatos e alegações difamatórias imprecisas".

O Jornal de Notícias noticiou que Isabel dos Santos esteve em Lisboa na quinta-feira, no mesmo dia em que o procurador-geral de Angola se deslocou à capital portuguesa para se reunir com a PGR portuguesa Lucília Gago.

Em Angola, Isabel dos Santos foi constituída arguida num processo em que é acusada de má gestão e desvio de fundos da petrolífera Sonangol.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de