Isdin e Babaria. Protetores solares para crianças oferecem menos proteção do que anunciam

O alerta é de uma associação de defesa do consumidor espanhola. Ambas as marcas são comercializadas em Portugal, mas só o produto da Isdin está à venda cá.

A associação de defesa do consumidor de Espanha, Organização de Consumidores e Utilizadores (OCU), pediu a retirada de dois protetores solares para crianças, por terem um fator de proteção real muito inferior ao anunciado.

Em causa estão os produtos Isdin Fotoprotector Pediatrics Transparent Spray SPF 50+ e Babaria Infantil Spray Protector SPF 50+ que, de acordo com este estudo, oferecem menos proteção do que a prometida: 15 no caso da Isdin e 30 no caso da Babaria.

À TSF, Rita Rodrigues, da DECO associação de defesa do consumidor, adianta que este se trata de um "um estudo internacional", no qual foram detetadas "algumas discrepâncias".

"Desde logo, o que fizemos foi confrontar a marca com essas discrepâncias e dar o direito ao contraditório. No caso da Isdin, a marca aceitou e apresentou-nos o conjunto de testes e de resultados que são diferentes dos que nós tínhamos e nós fomos retestar com lotes adquiridos em Portugal para podermos dizer aos consumidores portugueses se há ou não motivo de preocupação. Relativamente à Babaria não encontrámos este tipo de produto à venda em Portugal", explica Rita Rodrigues.

De acordo com o El País, a OCU fez uma análise comparativa de 17 protetores solares de alta proteção em spray e, em todos os produtos analisados, à exceção destes dois, o fator anunciado correspondia ao fator de proteção real.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de