Jackpot sai a 433 apostadores na lotaria das Filipinas. Autoridades questionam resultados "suspeitos"

Um dos representantes do senado das Filipinas denunciou o caso por considerar que o governo tem "de manter e proteger a integridade" dos jogos de sorte e azar.

A lotaria das Filipinas, conhecida como Grand Lotto, premiou 433 pessoas com o jackpot durante este fim de semana. Devido à raridade do ocorrido, as autoridades filipinas encontram-se, de acordo com a BBC, a investigar o caso.

Para receber um prémio avaliado em 236 milhões de pesos (cerca de quatro milhões de euros), os filipinos tinham de apostar numa combinação que continha apenas números múltiplos de nove.

A investigação partiu da denúncia de um dos membros do senado, Koko Pimentel, por considerar que os resultados são "suspeitos".

"As lotarias são autorizados pela República das Filipinas, por isso, precisamos de manter e proteger a integridade destes jogos de sorte e azar", afirmou.

Perante a polémica, Melquiades Robles, um dos organizadores do jogo, garante que não existe nenhuma hipótese de os resultados serem manipulados. "Muitos dos apostadores mantiveram os seus números de sempre. Não só é bom ser leal às suas esposas e maridos, como também é bom ser leal aos vossos números", ironizou.

Vários especialistas em matemática, questionados pela BBC, consideram que 443 pessoas acertarem na mesma combinação vencedora é algo "extremamente raro", mas é possível.

"Tenho apostado em múltiplos de nove, oito, sete e seis há muitos anos e estou grato por, finalmente, ter oportunidade de ganhar", explicou um dos 433 vencedores da lotaria nas Filipinas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de