Japonês de 83 anos bate recorde ao atravessar Pacífico à vela sem escalas

Kenichi Horie chegou ao estreito de Kii a bordo do Suntory Mermaid III, de uma tonelada e seis metros de comprimento.

O japonês Kenichi Horie, de 83 anos, tornou-se este sábado na pessoa mais velha a fazer a travessia do oceano Pacífico num veleiro, a solo e sem escalas, numa viagem de pouco mais de dois meses.

O japonês chegou ao estreito de Kii, que separa as prefeituras de Wakayama e Tokushima, no oeste do Japão, às 02h39 (19h39 de sexta-feira em Lisboa), a bordo do Suntory Mermaid III, de uma tonelada e seis metros de comprimento.

A viagem começou em 27 de março, em São Francisco, na costa oeste dos Estados Unidos, e demorou 69 dias e sete horas, tendo percorrido cerca de 8.500 quilómetros, de acordo com a equipa de apoio.

Horie navegou sem motor, GPS ou radar para poupar espaço e reduzir o consumo de energia da embarcação, e orientou-se com cartas náuticas e uma aplicação móvel. Painéis solares alimentaram os dispositivos eletrónicos a bordo.

Durante a viagem, o japonês comunicou com a equipa e outros no terreno por telefone via satélite e também transmitiu a localização via satélite, o que permitiu acompanhar toda a viagem 'online'.

Natural da prefeitura de Hyogo (oeste), Horie foi, há 60 anos, a primeira pessoa a atravessar, sozinha e com êxito, o Pacífico, proeza que repetiu agora.

Nesta viagem, a rota traçada foi semelhante à de então, mas há seis décadas, o navegador, então com 23 anos, partiu da costa ocidental de Nishinomiya e levou cerca de 90 dias a completar a viagem.

No início dos anos 70, Horie completou a primeira viagem de circum-navegação, também a solo e sem paragens, feito que reproduziu entre 2004 e 2005. Em 2008, percorreu cerca de sete mil quilómetros, do Havai ao estreito de Kii, num barco alimentado apenas pela energia das ondas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de