Kiev acorda com Moscovo corredor humanitário em Mariupol

Após três dias consecutivos sem acordo para a evacuação de civis, mulheres, crianças e idosos vão poder sair da cidade cercada.

Kiev acordou com Moscovo a criação de um corredor humanitário para retirar a partir desta quarta-feira civis de Mariupol, o que acontece pela primeira vez desde sábado, indicou o Governo ucraniano.

"Conseguimos chegar a um acordo preliminar [com os russos] sobre um corredor humanitário para mulheres, crianças e idosos", escreveu a vice-primeira-ministra ucraniana, Iryna Verechtchuk, na plataforma de mensagens Telegram.

A Rússia lançou em 24 de fevereiro uma ofensiva militar na Ucrânia que já matou quase dois mil civis, segundo dados da ONU, que alerta para a probabilidade de o número real ser muito maior.

A guerra causou a fuga de mais de 11 milhões de pessoas, mais de cinco milhões das quais para os países vizinhos.

A invasão russa foi condenada pela generalidade da comunidade interncaacional, que respondeu com o envio de armamento para a Ucrânia e o reforço de sanções económicas e políticas a Moscovo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de