La Palma regista sismo de 4.6, o maior desde o início da erupção

Sismo foi registado a uma profundidade de 37 quilómetros.

Um total de 36 sismos foram registados na ilha de La Palma, Espanha, desde a noite passada, um deles registado em Mazo com 4,6, o de maior magnitude desde que a erupção do vulcão começou há quase um mês.

De acordo com informações do Instituto Geográfico Nacional espanhol (IGN), este sismo de magnitude 4,6 foi registado a uma profundidade de 37 quilómetros às 04h41 (a mesma hora em Lisboa).

Várias horas depois, às 06h07, houve outro sismo com uma magnitude de 4,5 na mesma área e profundidade.

Os restantes sismos oscilaram entre 3,1 e 2,3 graus de magnitude.

Segundo o IGN, em Mazo foram registados 14 movimentos e em Fuencaliente 22.

Dois sismos foram localizados em Tenerife, um com magnitude 1 em Santiago del Teide e a uma profundidade de cinco quilómetros; e outro em Guía de Isora de 1,7 a uma profundidade de quatro quilómetros.

O vulcão Cumbre Vieja entrou em erupção em 19 de setembro, obrigando à retirada de milhares de pessoas das zonas afetadas.

A atividade sísmica aumentou e têm sido registados dezenas de abalos em La Palma.

A ilha de La Palma, que tem cerca de 85.000 habitantes, vive atualmente a terceira erupção vulcânica num século, após a do vulcão San Juan em 1949 e a do Teneguía em 1971.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de