"Liberdade, eu ensino o teu nome"

A homenagem ao professor degolado, Samuel Paty, vítima do extremismo islamita, nas capas dos jornais franceses e espanhóis.

Sánchez segue o exemplo de Costa... o El País não o refere mas é a leitura que deste lado da península se pode fazer da manchete: "Espanha renuncia a pedir agora à União Europeia os 70 mil milhões em créditos"... o governo quer beneficiar no curto prazo apenas da parte do fundo de reconstrução que não é preciso devolver e evitar endividar-se. Ainda na primeira do El país, os "estados rotos... partidos, desunidos, da América"... a interrupção da gravidez divide os estados... do Missouri ao Illinois para poder abortar. Mas a foto de capa é um grito de milhares nas ruas de Paris ontem, "Eu sou professor"... massiva homenagem em França ao professor degolado.

Daqui a pouco já falo dos jornais franceses...

Foto quase igual na capa do diário de Madrid, ABC... "A França farta-se do islamismo radical"... mas na manchete, é a política interna espanhola que manda também: "o governo mantém a pressão e prepara um outono quente". Procura o apoio da Esquerda Republicana da Catalunha ao Orçamento com uma reforma do Código Penal que poderá levar à libertação dos políticos independentistas catalães que convocaram o referendo de 1 de outubro de 2017. Os independentistas, diz o ABC, dão por certo que o indulto vai chegar antes do natal.

O la Razón tem uma entrevista com o interino... há tanto tempo interino... presidente venezuelano e presidente da assembleia nacional venezuelana... Juan Guaidó... "Preocupa-nos muito que Iglésias apoie Maduro". Ou seja, uma crítica ao vice-presidente do governo espanhol e líder da formação política Unidas Podemos. Também no La Razón uma sondagem que aponta para crescimento do centro-direita perante a moção de censura que o Vox vai apresentar ao governo socialista. O PSOE teria hoje um máximo de 115 deputados, menos 5 que nas eleições do ano passado; o Partido Popular de Pablo Casado mais dez, de 89 para 99; o Vox aumentaria em 1 ou 2 a representação parlamentar... o Podemos perderia 7 ou 8.

O diário catalão La Vanguardia diz que o PP vai decidir à última hora o voto à moção de censura do Vox... a foto de capa é de um piquenique com dezenas de jovens... vê-se 1... 1 apenas... com máscara. A legenda diz: Piquenique nos parques, apesar da proibição.

O Voz da Galiza dá conta de um recorde de contágios na Galiza na segunda onda do coronavírus... 438 casos num dia, o maior número desde 30 de março. As Astúrias também batem o recorde de contágios... 269.... Diz em manchete a Voz de Avilés. A Sul, Granada está a 98 camas da saturação hospitalar, titula o Granada Hoy.

Manchete do Fígaro... o nome do professor degolado: "Samuel Paty, a emoção e a cólera"... no editorial, Alexis Brezet escreve e pergunta: "as lágrimas, as homenagens... e depois"? "Devemos finalmente despertar e responder à guerra que nos foi declarada?"

No Le Monde, "Um professor decapitado, o terrorismo islamita ataca a escola no coração".

No Humanité, a manifestação da homenagem e o título que pode ser a voz de todos que lá estão: "não cederemos ao medo".

A capa do Libération é uma homenagem ao professor... flores sobre o tumulo, a foto e o nome de Samuel Paty enchem a capa com a frase: "Liberdade, eu ensino o teu nome".

O Jornal de Angola diz que o governo afasta a possibilidade de novos impostos no próximo ano.

A Folha de São Paulo revela que Bolsonaro não conta com o general Hamilton Mourão para vice em 2022 e já antecipa os 80 anos do Rei Pelé, na próxima sexta-feira.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de