Líder do PP pede a Sánchez para não voltar a depender de independentistas

Estudos de opinião indicam que o PSOE está a perder força em relação às eleições de abril.

O líder do PP espanhol, Pablo Casado, pediu esta segunda-feira ao candidato do PSOE, Pedro Sánchez, para não voltar a depender do voto dos independentistas catalães para se manter no Governo, como aconteceu em 2018.

"Espero que Sánchez não volte a depender do voto dos independentistas", disse Casado na parte inicial do debate entre os líderes dos principais cinco partidos espanhóis.

O PSOE subiu ao poder em junho de 2018, entre outros, com o voto dos partidos independentistas catalães, os mesmos que provocaram também a sua queda no início do corrente ano e obrigaram à realização das eleições em 28 de abril último.

Os estudos de opinião publicados nos últimos dias dão a vitória ao PSOE, mas a perder força em relação às eleições de abril, com o bloco de partidos de direita ligeiramente à frente dos de esquerda, sem que nenhum deles possa, aparentemente, desbloquear o impasse político que se vive no país.

A maior variação de votos é feita entre os partidos de direita, com o Cidadãos a perder uma parte substancial dos seus apoios a favor do PP e do Vox.

Os cinco candidatos esperam que o debate de hoje possa convencer a votar no seu partido a maior parte possível dos 30 por cento de espanhóis que as sondagens indicam ainda estarem indecisos a menos de uma semana das eleições.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Outros Artigos Recomendados