Longo sismo de 5,5 na escala de Richter sacode capital do Peru

A Costa Verde, um anel rodoviário paralelo ao mar em Lima, sofreu deslizamentos de terras e o Congresso teve que suspender a sessão.

Um sismo de magnitude 5,5 na escala de Richter e invulgarmente longo atingiu esta quinta-feira a capital do Peru, com as autoridades locais a adiantarem que, para já, não há relatos de vítimas ou de danos materiais.

Segundo o Instituto Geofísico do Peru (IGP), o abalo foi registado às 16h55 (23h55 de Lisboa) e teve origem a uma profundidade de 49 quilómetros, com epicentro 30 quilómetros a oeste de Chilca, cidade localidade na província de Cañete, no departamento de Lima, a cerca de 60 quilómetros da capital.

A Costa Verde, um anel rodoviário paralelo ao mar em Lima, sofreu deslizamentos de terras, o que resultou em encerramentos parciais das estradas.

As autoridades locais descartaram a possibilidade de o tremor de terra provocar, paralelamente, um tsunami.

O sismo ocorreu durante uma sessão do Congresso (parlamento), enquanto o ministro da Energia e Minas, Carlos Palacios, respondia às perguntas dos parlamentares.

Devido ao abalo, o Congresso teve que suspender a sessão, que foi retomada sensivelmente uma hora depois.

O Peru é sacudido anualmente por cerca de 400 tremores de terra percetíveis, uma vez que se situa na chamada "Cintura de Fogo do Pacífico", zona de atividade sísmica que se estende ao longo da costa oeste do continente americano.

Em agosto de 2007, um sismo de magnitude 7,9, com o epicentro na costa central do país, abalou o porto de Pisco, provocando 595 mortes.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de