Maduro preocupado com aumento "exponencial" de casos de Covid-19 na Venezuela

O Presidente venezuelano revelou que, na última semana de dezembro e primeira de janeiro, a Venezuela conseguiu uma diminuição para cinco casos por cem mil habitantes, mas que agora a incidência chegou aos 18 casos por cem mil habitantes.

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, mostrou-se preocupado, no sábado, com o aumento de casos de infeção pelo coronavírus no país nas duas últimas semanas.

Discursando na Assembleia Nacional, Maduro falou de um "aumento exponencial" de novos casos de contágio, pelo que deixou um apelo à população para que adote medidas de prevenção e se vacine contra a Covid-19.

"Na última semana de dezembro e primeira de janeiro, a Venezuela conseguiu uma diminuição recorde de casos de Covid-19, chegámos a cinco casos por cem mil habitantes. Mas hoje chegámos aos 18 casos por cem mil habitantes", disse.

"Felizmente temos vacinas suficientes para vacinar toda a população venezuelana maior de dois anos durante todo 2022", afiançou.

Desde que começou a pandemia, a Venezuela soma 452.430 casos de infeção e 5376 mortes por Covid-19.

A Covid-19 provocou 5.519.380 mortes em todo o mundo desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China.

Uma nova variante, a Ómicron, classificada como preocupante e muito contagiosa pela Organização Mundial da Saúde (OMS), foi detetada na África Austral e, desde que as autoridades sanitárias sul-africanas deram o alerta em novembro, tornou-se dominante em vários países.
LEIA AQUI TUDO SOBRE A PANDEMIA DE COVID-19

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de