Maior parque eólico desenvolvido pela EDP Renováveis inaugurado no Indiana

A nova estação vem reforçar o estatuto da empresa portuguesa como maior produtora de eletricidade com origem eólica no estado de Indiana.

O maior parque eólico da EDP Renováveis foi inaugurado na sexta-feira no estado norte-americano de Indiana, com capacidade de 302 megawatts, após investimentos que ultrapassaram os 422 milhões de dólares (368,7 milhões de euros).

O parque eólico "Indiana Crossroads Wind Farm", inaugurado em White County, a uma hora de carro da cidade de Indianapolis, terá capacidade para produzir 302 megawatts (MW) de eletricidade por ano, o equivalente ao consumo de 80 mil lares locais, segundo a empresa.

Trata-se do maior projeto da EDP Renováveis até à data, com o trabalho de construção e desenvolvimento, como parte de um acordo "build-transfer" com a distribuidora Northern Indiana Public Service Company (NIPSCO).

O início das operações comerciais, que ficará a cargo da NIPSCO, está planeado para o fim do ano.

Em declarações à agência Lusa, Miguel Stilwell de Andrade, presidente executivo da EDP e EDP Renováveis, considerou que o parque eólico de Indiana é um "bom exemplo" dos investimentos da empresa nos Estados Unidos, "maior mercado individual".

Entre os 50 Estados norte-americanos, o Indiana é onde a EDP Renováveis é mais competitiva e com uma presença "mais consolidada", tendo já garantido um total de 2200 MW de capacidade operacional provenientes de energia eólica e energia solar.

A nova estação vem reforçar o estatuto da empresa portuguesa como maior produtora de eletricidade com origem eólica no estado de Indiana.

"Nós temos um programa de investimento ambicioso, portanto estamos a investir cerca de 19 mil milhões de euros só em renováveis ao longo dos próximos cinco anos, no programa total de 24 mil milhões de euros. Cerca de metade desse investimento vai aqui para os Estados Unidos", afirmou Miguel Stilwell, na sua primeira viagem aos Estados Unidos como presidente executivo.

Até 2025, a empresa pretende construir, nos Estados Unidos, infraestruturas com capacidade de 2 gigawatts por ano, sendo que já no próximo ano estão previstos mais de 1,5 GW.

A parceria entre a EDP Renováveis e NIPSCO, empresa de referência no Indiana e Ohio, já resultou em quatro projetos de energias renováveis, com um total de mais de 800 MW, para um equivalente de 200 mil lares.

"Temos a possibilidade de fazer outros projetos com eles, portanto já estamos, neste momento, a trabalhar com eles para construir novos projetos também aqui nesta zona, de cerca de 400 megawatts adicionais", adiantou Miguel Stilwell à Lusa, depois de um evento que juntou responsáveis empresariais e líderes comunitários em White County.

A construção de parques eólicos pela EDP Renováveis resulta em "benefícios económicos" de dezenas de milhões de dólares para todo o estado de Indiana, com a "criação de empregos", "pagamentos aos proprietários das terras e governos locais" e trazendo mais gastos da clientela aos negócios locais, sustentam a EDP e NIPSCO.

Só na América do Norte, a EDP Renováveis já desenvolveu 58 parques eólicos e oito parques de energia solar e conta com mais de 800 empregados.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de