Maioria dos norte-americanos admite o "colapso" da sua democracia

Segundo uma sondagem da Universidade Quinnipiac, 76% dos entrevistados acreditam que a instabilidade política é a ameaça mais séria contra o país.

A maioria dos norte-americanos considera a instabilidade política a maior ameaça aos Estados Unidos, admitindo o "colapso" da sua democracia, de acordo com uma sondagem divulgada na quarta-feira.

Segundo uma sondagem da Universidade Quinnipiac, 76% dos entrevistados acreditam que a instabilidade política é a ameaça mais séria contra o país, contra apenas 19% que citam os países estrangeiros rivais dos Estados Unidos.

Além disso, 58% dos inquiridos temem um "colapso" da sua democracia, contra 37% que a consideram suficientemente sólida para superar as profundas divisões na sociedade americana.

O Presidente democrata Joe Biden, que ao tomar posse em 20 de janeiro de 2021 prometeu "reconciliar" o país após o mandato do seu antecessor, Donald Trump, parece ter perdido a sua aposta, com 53% dos americanos a acreditar que as divisões vão piorar nos próximos anos, em comparação com apenas 15% que preveem uma melhora.

"O medo de um inimigo interno, e não de uma ameaça externa, sublinha uma amarga observação dos americanos sobre uma democracia em perigo e divisões políticas cada vez mais profundas", comentou Tim Malloy, da Universidade Quinnipiac.

No início deste mês, dois terços dos norte-americanos acreditavam que o ataque de apoiantes de Donald Trump à sede do Congresso, em 06 de janeiro de 2021, era "um sinal de crescente violência política" e que a democracia americana ainda estava "sob ameaça" um ano depois, de acordo com uma outra sondagem, da CBS News.

A gravidade da invasão ao Capitólio é, no entanto, subestimada por 44% dos entrevistados pela Quinnipiac, que desejam "seguir em frente".

Esta sondagem também mostra uma forte impopularidade de Joe Biden, que recebe apenas 33% das opiniões favoráveis, contra 36% em novembro.

A maioria dos inquiridos desaprova a ação do Presidente na luta contra a pandemia de Covid-19, na economia ou na política externa.

Os políticos eleitos para o Congresso também aparecem com má avaliação, com 62% de opiniões desfavoráveis para os republicanos e 59% para os democratas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de