Mais de 150 migrantes atravessam fronteira espanhola. Seis guardas ficaram feridos

Trata-se do primeiro salto em grupo, nesta zona de fronteira, desde agosto do último ano.

Mais de 150 migrantes atravessaram, esta manhã, a fronteira de Espanha, em Ceuta. Pelo menos seis oficiais da Guarda Civil espanhola ficaram feridos, ao tentarem travar os migrantes, tendo sido assistidos no hospital, indicou um porta-voz do Governo de Espanha,

"Cerca de 250 migrantes tentaram saltar a fronteira e houve 155 que conseguiram. Pelo menos seis guardas e também alguns migrantes ficaram feridos", informou o porta-voz do Governo espanhol, citado pela agência Reuters.

Trata-se do primeiro salto em grupo, nesta zona de fronteira, desde agosto do último ano, quando 118 pessoas conseguiram chegar a terreno espanhol, embora apenas três migrantes menores tenham sido autorizados a ficar em Espanha (os restantes retornaram a Marrocos).

As cidades autónomas espanholas de Ceuta e Melilha, no Norte de África, são frequentemente escolhidas por migrantes africanos que tentam chegar à Europa, em busca de uma vida melhor. Ambas estão cercadas por vedações de arame farpado com seis metros de altura.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de