Mais de 20 soldados turcos mortos durante ataques aéreos em Idlib

Ataque foi uma resposta aos rebeldes sírios apoiados pelos militares turcos.

Pelo menos 22 soldados turcos foram mortos, esta quinta-feira, durante ataques aéreos em Idlib, na Síria, avança o Observatório Sírio para os Direitos Humanos. Outros militares, gravemente feridos, foram hospitalizados em Hatay, informou o governador desta província turca na fronteira com a Síria, atribuindo o ataque ao regime de Damasco. O ataque foi uma resposta aos rebeldes sírios apoiados pelos militares turcos que recapturaram a cidade estratégica de Saraqeb.

O Observatório Sírio para os Direitos Humanos também revelou que as forças do governo, apoiadas pela Rússia, tomaram o controlo total da província de Idlib após novos avanços contra os rebeldes nos últimos três dias. Neste momento têm sob controlo cerca de 60 cidades e vilas na zona sul de Idlib e na província vizinha de Hama.

Perante este cenário, o presidente turco Tayyip Erdogan presidiu uma reunião de emergência sobre segurança esta quinta-feira à tarde, para avaliar os últimos desenvolvimentos em Idlib, avançam duas fortes da segurança turca, citadas pela Reuters.

Centenas de milhares de pessoas foram obrigadas a fugir das suas casas na região desde dezembro, na maior migração desde o início da guerra civil na Síria, em 2011.

Os ataques às tropas turcas aumentaram a tensão entre a Turquia e a Rússia, dois aliados tradicionais.

Outras Notícias

Patrocinado

Apoio de

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de