Mais de 80% da população de Tonga afetada pela erupção e pelo tsunami

Além das três mortes registas até ao momento, foi também reportado um número indeterminado de feridos.

Cerca de 84.000 pessoas, mais de 80% da população do arquipélago de Tonga, foram afetadas pela erupção do vulcão submarino Hunga Tonga Hunga Ha'apai e pelo tsunami que se seguiu, disse a Organização das Nações Unidas (ONU).

"Aparentemente, todas as casas foram destruídas na ilha de Mango e apenas duas casas permanecem na ilha de Fonoifua", enquanto "foram relatados danos significativos em Nomuka", disse o porta-voz da ONU, Stéphane Dujarric.

Stéphane Dujarric adiantou ainda que a retirada de pessoas naquelas ilhas está em progresso.

Além das três mortes registas até ao momento, "foram também reportados feridos", indicou o porta-voz sem especificar o número.

Entre as necessidades humanitárias mais urgentes estão a água potável e os alimentos, além do restabelecimento das comunicações telefónicas e de Internet.

"Os esforços de ajuda estão a intensificar-se, mas é difícil chegar a áreas remotas para aliviar as necessidades das pessoas e dar assistência", evidenciou Stéphane Dujarric, referindo-se aos "desafios logísticos" e ao problema de protocolos sanitários -- devido à Covid-19 -- muito regidos em Tonga, que podem complicar o envio de técnicos humanitários.

A ONU tem 23 funcionários no local, incluindo 22 nativos e uma pessoa de nacionalidade estrangeira, todos mobilizados no socorro às vítimas da erupção do vulcão e do tsunami.

No sábado, um tsunami atingiu o arquipélago de Tonga, após uma violenta erupção vulcânica.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de