Mais de mil manifestantes contra ofensiva militar detidos na Rússia

Desde o início do conflito, já foram detidos perto de dez mil manifestantes na Rússia.

Pelo menos mil pessoas que protestavam contra a intervenção militar na Ucrânia foram este domingo detidas em cerca de 30 cidades da Rússia, segundo a organização não-governamental (ONG) OVD-Info, especializada na monitorização de manifestações.

Segundo esta fonte, perto de 10.000 manifestantes foram detidos na Rússia desde 24 de fevereiro, data do início das operações militares na Ucrânia.

O principal oponente russo atualmente preso, Alexei Navalny, convocou os seus compatriotas a reunirem-se todos os dias para exigir a paz, apesar da intimidação das autoridades.

A Rússia lançou na madrugada de 24 de fevereiro uma ofensiva militar na Ucrânia que, segundo as autoridades de Kiev, já fez mais de 2.000 mortos entre a população civil.

Os ataques provocaram também a fuga de mais de 1,5 milhões de pessoas para os países vizinhos, de acordo com a ONU.

A invasão russa foi condenada pela generalidade da comunidade internacional que respondeu com o envio de armamento para a Ucrânia e o reforço de sanções económicas a Moscovo.

ACOMPANHE AQUI TUDO SOBRE O CONFLITO ENTRE A RÚSSIA E A UCRÂNIA

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de