Marinha alemã realiza manobras conjuntas ao largo do Japão

A França e o Reino Unido também enviaram recentemente navios militares para a região Indo-Pacífico.

A fragata alemã Bayern aportou em Tóquio tratando-se da primeira escala de um navio militar da Alemanha no Japão nas últimas duas décadas, estando envolvida nas manobras militares dos aliados do Governo nipónico perante a "pujança" de Pequim na região.

A fragata alemã realiza desde quinta-feira manobras integrada no corpo naval das Forças de Autodefesa (Forças Armadas) do Japão a sul da capital, informou esta sexta-feira o Ministério da Defesa japonês que visita o navio de guerra alemão.

O ministro da Defesa, Nobuo Kishi, antes da visita a bordo, reuniu-se com o general alemão Eberhard Zorn sublinhando a importância da "cooperação" bilateral.

"Estamos perante tentativas unilaterais sobre a mudança - pela força - do 'statu quo' no Mar da China Oriental e no Mar do Sul da China e estes problemas são uma preocupação não apenas para a Ásia mas também para o mundo, incluindo a Europa", assinalou Kishi antes do início do encontro.

As manobras navais, em que a Alemanha também participa, são as mais recentes desde que o Japão intensificou a cooperação na área da Defesa com os aliados de Tóquio em resposta ao aumento das atividades militares da República Popular da China na região e face às pretensões territoriais de Pequim.

Em agosto, a fragata alemã participou em manobras com as forças navais nipónicas ao largo do Iémen.

A fragata Bayern vai cumprir uma missão de sete meses, até ao próximo mês de fevereiro, devendo deslocar-se também à Coreia do Sul, Vietname e Singapura.

A França e o Reino Unido também enviaram recentemente navios militares para a região Indo-Pacífico.

Em setembro, Pequim afirmou que a presença da fragata alemã no Japão procura "mostrar músculo e provocar problemas criando deliberadamente problemas e questões marítimas".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de