Merkel fará a sua primeira visita ao antigo campo de concentração de Auschwitz

No mês passado, o Congresso Judaico Mundial concedeu a Merkel o Prémio Theodor Herzl pelos seus esforços para promover a vida judaica na Alemanha e pelo seu apoio ao Estado de Israel.

A chanceler alemã, Angela Merkel, pretende visitar o antigo campo de concentração nazi de Auschwitz na Polónia, pela primeira vez nos seus 14 anos no cargo, anunciou esta quinta-feira um jornal de Munique.

Segundo o jornal Sueddeutsche Zeitung, Merkel aceitou um convite para participar no 10.º aniversário da Fundação Auschwitz-Birkenau a 6 de dezembro.

O gabinete da chanceler alemã indicou que está a planear uma visita, mas recusou-se a especificar a data, uma vez que os seus compromissos geralmente são anunciados com apenas uma semana de antecedência.

No mês passado, o Congresso Judaico Mundial concedeu a Merkel o Prémio Theodor Herzl pelos seus esforços para promover a vida judaica na Alemanha e pelo seu apoio ao Estado de Israel.

Um milhão de judeus foram assassinados durante a Segunda Guerra Mundial (1939-1945) em Auschwitz, juntamente com católicos, membros da resistência, homossexuais e ciganos, entre outros alvos.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de