Mísseis russos fazem um morto em Zaporizhia

Administração regional da cidade diz que um centro comercial e pelo menos 62 casas ficaram danificadas.

As autoridades ucranianas afirmaram que duas áreas da cidade de Zaporizhia, no sul da Ucrânia, foram atingidas por mísseis russos esta quarta-feira de manhã, provocando um morto e três feridos, avança a BBC. Naquele que está a ser visto como o maior ataque à cidade, quatro mísseis foram alegadamente disparados por volta das 05h00 locais (03h00 em Lisboa) e um foi intercetado.

A administração regional diz que um centro comercial e pelo menos 62 casas ficaram danificadas. Apesar de grande parte da ofensiva russa estar centrada no leste da Ucrânia, as forças russas controlam, neste momento, parte da grande região de Zaporizhia, incluindo a central nuclear na margem sul do rio Dnieper.

Segundo as autoridades ucranianas, a Rússia reuniu três dos grupos militares em Vasylivka, a cerca de 50 quilómetros do sul de Zaporizhia, mas ainda não é claro que planeiem lançar uma ofensiva na cidade.

A Rússia lançou a 24 de fevereiro uma ofensiva militar na Ucrânia que já causou a fuga de mais de 14 milhões de pessoas - cerca de oito milhões de deslocados internos e mais de 6,3 milhões para os países vizinhos -, de acordo com os mais recentes dados da ONU, que classifica esta crise de refugiados como a pior na Europa desde a Segunda Guerra Mundial (1939-1945).

Também segundo as Nações Unidas, cerca de 15 milhões de pessoas necessitam de assistência humanitária na Ucrânia.

A invasão russa foi condenada pela generalidade da comunidade internacional, que respondeu com o envio de armamento para a Ucrânia e o reforço de sanções económicas e políticas a Moscovo.

ACOMPANHE TUDO SOBRE A GUERRA NA UCRÂNIA

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de