Morreu o músico britânico Spencer Davis

Fundador do The Spencer Davis Group tinha 81 anos.

Spencer Davis, músico britânico fundador da banda The Spencer Davis Group, um dos responsáveis por êxitos como "Gimme Some Lovin'", e do grupo Traffic, morreu esta terça-feira, aos 81 anos, num hospital em Los Angeles.

O seu agente Bob Birk disse à BBC e ao The New York Times que Davis faleceu num hospital em Los Angeles, onde se encontrava internado desde há uma semana devido a uma pneumonia.

The Spencer Davis Group foi um dos grupos que formaram a chamada "invasão britânica" dos anos 60, como é conhecido coloquialmente o êxito de várias bandas pop britânicas nos Estados Unidos naquela década.

Com as bandas The Beatles, The Rolling Stones ou The Who como estandartes, a "invasão britânica" também inclui o grupo The Spencer Davis Group, que começou o seu percurso no início dos anos 60 em Birmingham (Reino Unido).

Um dos sucessos de Spencer Davis, que nasceu em 1939 na cidade galesa de Swansea, foi contratar um desconhecido e adolescente músico chamado Steve Winwood.

Contam as lendas dentro do rock que o resto dos membros da banda deixaram que Spencer Davis desse o seu nome ao conjunto para que fosse ele a dar entrevistas, enquanto os outros dormiam nesse período.

De qualquer forma, com Davis na guitarra, Steve Winwood como vocalista, guitarrista e teclas, o seu irmão Muff Winwood no baixo, e Peter York na bateria, a banda alcançou o seu primeiro triunfo em 1965 com "Keep on Running".

Mas este êxito seria pouco quando comparado com o de 1966 com "Gimme Some Lovin'", a sua canção mais popular e um clássico ainda hoje nas rádios de rock.

No entanto, assim como a incorporação de Steve Winwood foi um impulso para o projeto, a sua saída em 1967 para formar Traffic e logo alcançar o estrelado a solo deixou The Spencer Davis Group fora de jogo quando estavam no momento mais alto em ambos os lados do Atlântico.

A banda continuou durante algum tempo sem alcançar o brilho de outros tempos.

Já Davis, que se mudou para a Califórnia, trabalhou no outro lado da indústria musical como executivo.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de