Morreu o músico italiano Franco Battiato

O cantor e compositor tinha 76 anos.

O músico italiano Franco Battiato morreu esta manhã aos 76 anos. A informação está a ser avançada pela imprensa italiana que cita a família do artista.

De acordo com a RAI, o funeral será privado.

O cantor e compositor, que faleceu esta terça-feira na sua residência em Milo, na Sicília, experimentou vários géneros musicais, do pop à música eletrónica.

Battiato passou por Lisboa e escolheu a capital de Portugal para gravar o videoclip de "La Cura", um dos temas do disco "L'imboscata".

Além da música, Battiato passou também pela pintura e pelo cinema. Dirigiu vários filmes, incluindo Perduto amor e Musikante, apresentados no Festival de Cinema de Veneza.

Em entrevista à Cadena Ser, Franco Battiato afirmava ter muito para viver apesar da fúria estar mais calma.

O último concerto do artista decorreu em setembro de 2017 em Itália, com as últimas quatro datas da digressão a serem canceladas por motivos de saúde.

"Um mestre deixou-nos. Um dos nomes maiores da canção de autor italiana. Único, inimitável, sempre em busca de novas expressões artísticas. Deixa um legado eterno", afirmou o ministro italiano da Cultura, Dario Franceschini, prestando-lhe homenagem, quando a notícia foi anunciada.

O funeral do músico, que morreu por volta das 05h00 horas locais (04h00 em Lisboa), será uma cerimónia privada, de acordo com os órgãos de comunicação locais.

A sua carreira, que abrange mais de 50 anos no mundo da música, fez dele uma personagem única e uma lenda musical na cena italiana.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de