Moscovo ameaça romper relações com Sófia devido a expulsão de 70 diplomatas

Ministério dos Negócios Estrangeiros búlgaro específica que a embaixadora russa na Bulgária entregou pessoalmente "uma nota verbal".

A Rússia ameaça romper relações com a Bulgária se o governo deste país não anular a decisão de expulsar 70 diplomatas russos por espionagem antes das 24h00 de 01 de julho, anunciou esta quinta-feira o Ministério dos Negócios Estrangeiros búlgaro.

Em comunicado, o ministério específica que a embaixadora russa na Bulgária, Eleonora Mitrofanova, entregou pessoalmente "uma nota verbal".

Em "tom imperativo", as autoridades russas exigem "a retirada até às 24h00 de 01 de julho das notas (búlgaras)" que declaram 'persona non grata' diplomatas e funcionários da legação russa em Sófia, destaca o Ministério dos Negócios Estrangeiros.

Em caso de incumprimento dos requisitos, "a questão do encerramento da embaixada da Federação Russa na Bulgária será apresentada às autoridades russas sem demora", acrescenta.

"Moscovo está a considerar romper relações diplomáticas com a Bulgária devido ao escândalo com a expulsão de 70 diplomatas russos", disse Mitrofanova também à televisão pública búlgara BNT.

Minutos antes da declaração do ministério, o governo búlgaro divulgou uma declaração do primeiro-ministro interino, Kiril Petkov, na qual pede à embaixada russa que retire a sua nota.

"As relações entre a Bulgária e a Federação Russa têm muitos anos e são de grande importância para o destino do nosso país (...) Respeitamos o povo russo e valorizamos nossos laços culturais, históricos, sociais e económicos", disse Petkov.

"Acreditamos na necessidade de diálogo para o qual os canais diplomáticos são de fundamental importância", acrescentou.

Devido à decisão anunciada na terça-feira de expulsar 70 membros da embaixada russa, o Partido Socialista Búlgaro, herdeiro do antigo Partido Comunista, retirou o seu apoio a Petkov no momento em que ele tenta formar um novo governo depois de perder uma moção de censura na semana passada.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de