Mulher processa Heinz porque macarrão com queijo leva mais do que 3,5 minutos a cozinhar

Amanda Ramírez considera ser vítima de informação enganosa, o que justifica o processo num tribunal federal da Florida, no qual se opõe à gigante multinacional alegando que o tempo que passou a cozinhar o macarrão da marca Velveeta ultrapassa os 3,5 minutos nas instruções de uso.

Uma mulher do estado norte-americano da Florida processou a multinacional Kraft Heinz por cinco milhões de dólares argumentando que o seu famoso macarrão com queijo leva mais tempo a cozinhar do que o anunciado na embalagem.

Amanda Ramírez considera, por isso, ser vítima de informação enganosa, o que justifica o processo num tribunal federal da Florida, no qual se opõe à gigante multinacional alegando que o tempo que passou a cozinhar o macarrão da marca Velveeta ultrapassa os 3,5 minutos nas instruções de uso, segundo o canal WPLG Local 10.

"Temos conhecimento dessa ação frívola e vamos defender-nos firmemente contra as suas alegações", disse na segunda-feira ao canal CNN um porta-voz da Kraft Heinz Foods Company.

Os advogados da autora da ação argumentam que a empresa vende o produto a "um preço substancialmente alto" enquanto usa a informação "enganosa" de "pronto em três minutos e meio" nas instruções de uso.

Ramírez afirma que a etiqueta da embalagem deve ter em conta a preparação adicional exigida antes e depois de cozinhar o produto no micro-ondas durante 3,5 minutos.

Isso inclui, segundo a ação, o ato de abrir a embalagem, a bolsa do molho de queijo, acrescentar água ou leite e mexer antes e depois da confeção para que espesse a massa com queijo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de