Neymar acusado de violação

Mulher residente em São Paulo acusa o jogador de ter recorrido a violência para levar a cabo uma relação sexual não consentida.

Neymar está a ser acusado de violação. Uma mulher residente em São Paulo, Brasil, registou uma queixa onde acusa o jogador de a ter violado num hotel em Paris no dia 15 de maio.

A notícia está a ser avançada pelo jornal Globo, que publica o relatório da ocorrência, registado em São Paulo. A Secretaria de Segurança Pública confirmou a denúncia na 6ª DDM (Delegacia de Defesa da Mulher).

A mulher diz que conheceu Neymar nas redes sociais e que o jogador do Paris Saint-Germain lhe pagou a viagem e a estadia em Paris, por via de um assessor.

O jogador foi ter com ela ao hotel e tudo começou de forma consentida, com "carícias". No entanto, Neymar aparentava estar "embriagado" e tornou-se "agressivo", tendo "mediante violência, praticado relação sexual contra a vontade da vítima".

A queixosa afirma que saiu de Paris no dia 17 e regressou Brasil, onde só depois registou a queixa porque estava abalada emocionalmente e com medo de reportar o caso num país estrangeiro.

O pai do jogador, Neymar da Silva Santos, negou a acusação em declarações na televisão brasileira. Diz que o filho foi alvo de extorsão e que a alegada vítima forjou provas.

Contactados pelo jornal brasileiro, os representantes de Neymar disseram que ainda não têm conhecimento do caso e prometem pronunciar-se mais tarde. Fonte próxima do jogador confirmou, por outro lado, que a defesa já teve acesso ao relatório da ocorrência e que já está a analisar o caso.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de