"Nomadland - Sobreviver na América" dá o Óscar de Melhor Realização a Chloé Zhao

Chloé Zhao é a segunda mulher a conquistar este Óscar, depois de Kathryn Bigelow, em 2010, com "Estado de Guerra".

A cineasta sino-americana Chloé Zhao venceu o Óscar de Melhor Realizador por "Nomadland - Sobreviver na América", um dos filmes com maior número de nomeações desta edição.

Para o Óscar de Melhor Realizador, apenas David Fincher era repetente. Todos os outros estavam nomeados nesta pela primeira vez: Thomas Vinterberg ("Mais uma rodada"), Lee Isaac Chung ("Minari") e Emerald Fennell ("Uma miúda com potencial"), além de Chloé Zhao.

Chloé Zhao é a segunda mulher a conquistar este Óscar, depois de Kathryn Bigelow, em 2010, com "Estado de Guerra".

O filme "Ma Rainey: A mãe dos blues", de George C. Wolfe, protagonizado por Viola Davis, candidata a Melhor Atriz, pelo desempenho da cantora de blues Ma Rainey, conquistou os Óscares de Melhor Caracterização e Melhor Guarda-Roupa.

O prémio Jean Hersholt, com que a Academia distingue contribuições para causas humanitárias, foi entregue ao Motion Picture & Television Fund, desta vez com a pandemia em fundo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de