Chloé Zhao faz história e "Nomadland" é o vencedor da noite. Veja a lista completa dos premiados

Chloé Zhao tornou-se a primeira asiática nomeada para os Óscares e a segunda mulher a conquistá-lo.

"Nomadland - Sobreviver na América", de Chloé Zhao, foi o vencedor da 93.ª edição dos Óscares, ao conseguir, esta segunda-feira o Óscar de Melhor Filme. Chloé Zhao, sino-americana, fez história ao ser a primeira mulher asiática nomeada para os Óscares e a segunda mulher a conquistá-lo, depois de Kathryn Bigelow, em 2010, com "Estado de Guerra".

Dirigido por Chloé Zhao, teve como produtores Frances McDormand, Peter Spears, Mollye Asher, Dan Janvey e a própria Chloé Zhao.

Também com "Nomadland", Frances McDormand levou para casa o prémio de "Melhor Atriz Principal".

Para o Óscar de Melhor Filme estavam nomeados "Mank", "Nomadland - Sobreviver na América", "Uma miúda com potencial", "O Pai", "Judas and the Black Messiah", "Minari", "Sound of Metal" e "Os 7 de Chicago".

Nas contas para esta edição, o filme "Mank", de David Fincher, tinha dez nomeações, enquanto "Nomadland - Sobreviver na América", de Chloé Zhao, foi indicado para sete estatuetas, entre as quais a de Melhor Realização, conquistado pela cineasta.

"Mank" acabou por somar apenas dois dos dez Óscares para que estava nomeado: Melhor Cenografia e Melhor Direção Artística.

"Nomadland - Sobreviver na América", protagonizado por Frances McDdormand, conta a história de uma mulher que viaja pela América como nómada, vivendo numa caravana, trabalhando em empregos temporários e sobrevivendo na estrada, na sequência de uma crise económica.

Embora o filme seja uma ficção, assenta em testemunhos reais de norte-americanos que vivem na estrada, sempre em trânsito, numa comunidade nómada mais envelhecida e nas margens da sociedade.

A cerimónia da 93.ª edição dos Óscares, adiada de fevereiro para abril, por causa da pandemia, decorreu no Dolby Theatre, no edifício da estação de comboios Union Station, em Los Angeles, e noutros "locais internacionais via satélite".

Conheça a lista completa dos vencedores

Melhor filme:
"Nomadland - Sobreviver na América"

Melhor realização:
Chloé Zhao - "Nomadland - Sobreviver na América"

Melhor ator:
Anthony Hopkins - "O Pai"

Melhor ator secundário:
Daniel Kaluuya - "Judas and the Black Messiah"

Melhor atriz:
Frances McDormand - "Nomadland: Sobreviver na América"

Melhor atriz secundária:
Yuh-Jung Youn - "Minari"

Melhor argumento adaptado:
"O Pai"

Melhor argumento original:
"Promising Young Woman - Uma miúda com potencial"

Melhor filme internacional:
"Another Round" - Dinamarca

Melhor filme de animação:
"Soul - Uma aventura com alma"

Melhor curta-metragem de animação:
"If Anything Happens I Love You"

Melhor documentário:
"My Octopus Teacher"

Melhor documentário em curta-metragem:
"Colette"

Melhor curta-metragem:
"Two Distant Strangers"

Melhor cenografia:
"Mank"

Melhor direção de arte:
"Mank"

Melhor montagem:
"Sound of Metal"

Melhor caracterização:
"Ma Rainey: A mãe dos blues"

Melhor guarda-roupa:
"Ma Rainey: A mãe dos blues"

Melhor banda sonora original:
"Soul - Uma aventura com alma", Trent Reznor, Atticus Ross e Jon Batiste

Melhor canção:
"Fight For You" - "Judas and the Black Messiah"

Melhor montagem de som:
"Sound of Metal"

Melhores efeitos visuais:
"Tenet"

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de