Noruega junta-se a países que suspenderam vacina da AstraZeneca

Áustria, Estónia, Lituânia, Letónia, Luxemburgo e Dinamarca também já interromperam o uso da vacina da AstraZeneca, após relatos de casos graves de coágulos sanguíneos em pessoas que foram vacinadas.

As autoridades de saúde norueguesas anunciaram esta quinta-feira a suspensão, "como medida preventiva", de vacinas contra a Covid-19 da AstraZeneca, seguindo o exemplo de outros países, que tomaram idêntica decisão com receio de efeitos secundários.

"Suspendemos a vacinação com a (vacina) AstraZeneca. Aguardamos por mais informações para perceber se há alguma ligação entre a vacina e o caso de formação de coágulos sanguíneos", anunciou hoje Geir Bukholm, dirigente do Instituto Nacional de Saúde Pública da Noruega.

Também a Áustria, Estónia, Lituânia, Letónia, Luxemburgo e Dinamarca já interromperam o uso da vacina da AstraZeneca, após relatos de casos graves de coágulos sanguíneos em pessoas que foram vacinadas com esta fármaco contra a Covid-19.

Na segunda-feira, a Áustria anunciou a suspensão da utilização de doses da AstraZeneca quando foi conhecida a morte de uma enfermeira, com sérios problemas de coagulação, após ter recebido a vacina.

A pandemia de Covid-19 provocou, pelo menos, 2.621.295 mortos no mundo, resultantes de mais de 117,9 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

LEIA AQUI TUDO SOBRE A PANDEMIA DE COVID-19

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de