Número de infeções na Rússia desce ligeiramente para menos de 40.000

É uma ligeira melhora na situação pandémica e que ocorre no último dia dos feriados decretados e pagos pelas autoridades russas para conter o avanço da pandemia.

O número de infeções diárias de Covid-19 na Rússia desceu este domingo ligeiramente para menos de 40 mil casos pela segunda vez durante esta semana, em que houve "feriados pagos", noticia a EFE, citando fontes oficiais.

Nas últimas 24 horas, foram contabilizados 39.165 casos positivos para Covid-19 e 1.179 mortes provocados pela vírus, informou o centro operacional de combate ao coronavírus no país.

Este registo de casos representa uma ligeira melhora na situação pandémica e que ocorre no último dia dos feriados decretados e pagos pelas autoridades russas para conter o avanço da pandemia.

Durante a semana, porém, a Rússia relatou ter atingido o número máximo de infeções desde o início da pandemia, em março de 2020, com 41.335 positivos.

Em Moscovo, epicentro da pandemia no país, as autoridades sanitárias contabilizaram 4.975 novos casos, quase menos dois mil casos que na véspera. Paralelamente 3.297 infeções foram assinaladas em São Petersburgo.

No total, o país acumula 8.795.095 casos de infeção pelo coronavírus desde março de 2020.

Durante esse espaço temporal, o coronavírus causou 246.814 mortes no país.

As autoridades atribuem o aumento dos casos e da mortalidade causada pela infeção à agressividade da variante Delta e ao índice de vacinação abaixo de 50% da população.

LEIA AQUI TUDO SOBRE A COVID-19

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de