Número de mortos em África sobe para 4.493

O norte de África é a região mais afetada. Oito mortos na Guiné-Bissau.

O número de mortos em África devido à covid-19 subiu esta quarta-feira para 4.493, mais 149, em mais de 157 mil casos, nos 54 países, segundo os dados mais recentes da pandemia no continente.

De acordo com o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), o número de mortos passou de 4.344 para 4.493 (+149), enquanto o de infetados subiu de 152.442 para 157.322 (+4.880).

Os mesmos dados referem que foi registada a recuperação de 67.007 doentes, mais 3.346 do que no dia anterior.

A região do continente mais afetada pelo novo coronavírus continua a ser o Norte de África, que passou as duas mil mortes (2.008), em 46.943 casos.

A África Austral é a segunda região com mais casos (38.217) e com 780 mortos, a maioria concentrada na África do Sul, o país com maior número de casos no continente (35.812) e o segundo com mais mortos (755).

A África Ocidental regista 751 mortos e 36.784 infeções, na África Oriental há 547 vítimas mortais e 18.353 casos, enquanto na África Central há 407 mortos em 17.025 casos.

O Egito é o país com mais mortos (1.052) e regista 27.536 infeções, seguindo-se a África do Sul e depois a Argélia, com 667 vítimas mortais e 9.626 infetados.

Marrocos totaliza 205 vítimas mortais e 7.859 casos, a Nigéria regista 314 mortos e 10.819 infetados, enquanto o Gana tem 38 mortos e 8.297 casos.

Entre os países africanos lusófonos, a Guiné-Bissau é o que tem mais infeções, com 1.339 casos, registando oito mortos.

São Tomé e Príncipe contabiliza 484 casos e 12 mortos e Cabo Verde tem 466 infeções e cinco mortos.

Moçambique conta 307 doentes infetados e dois mortos e Angola tem 86 casos confirmados de covid-19 e quatro mortos.

A Guiné Equatorial, que integra a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), mantém há vários dias 1.306 casos e 12 mortos, segundo o África CDC.

O primeiro caso de covid-19 em África surgiu no Egito em 14 de fevereiro e a Nigéria foi o primeiro da África subsaariana a registar casos de infeção, em 28 de fevereiro.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 377 mil mortos e infetou mais de 6,3 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Mais de 2,6 milhões de doentes foram considerados curados.

LEIA AQUI TUDO SOBRE A COVID-19

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de