Número de portugueses que emigraram para o Luxemburgo diminuiu em 2020

Dados do Departamento de Estatísticas do Luxemburgo, citados no artigo, demonstram que esta descida de entradas de portugueses em território luxemburguês acontece após dois anos de crescimento.

Após dois anos de crescimento, o número de portugueses que emigraram para o Luxemburgo desceu em 2020, registando-se a entrada de 3286 nascidos em Portugal, os quais representaram 14,6% dos estrangeiros que entraram nesse país no ano passado.

De acordo com o artigo "Emigração para o Luxemburgo interrompe crescimento e diminui em 2020", de Inês Vidigal, publicado no Observatório da Emigração, nesse período foram 22 490 os estrangeiros que entraram no Grão-Ducado.

Dados do Departamento de Estatísticas do Luxemburgo, citados no artigo, demonstram que esta descida de entradas de portugueses em território luxemburguês acontece após dois anos de crescimento.

Uma diminuição de -12,4% que, ainda assim, foi menor do que a descida do total de entradas no país: -15,7%. Entre 2000 e 2020, as entradas de portugueses em território luxemburguês atingiu um mínimo em 2000 (2193) e um máximo em 2012 (5193 entradas).

O artigo refere que a perda da importância relativa da imigração portuguesa no Luxemburgo tem vindo a acentuar-se, indicando que, entre 2003 e 2020, as entradas de portugueses naquele país passaram de mais de 29% das entradas totais de migrantes estrangeiros para 14%.

Os portugueses representam 14,9% da população do Luxemburgo, segundo o Observatório da Emigração.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de