"O trampolim funciona." Líder da SpaceX responde à Russia após voo do Falcon 9

Elon Musk recordou as palavras do diretor da agência espacial russa que, em 2014, disse que os norte-americanos precisariam de um "trampolim" para chegar à Estação Espacial Internacional.

O fundador da empresa SpaceX, que lançou no sábado dois astronautas americanos para o espaço, vingou-se hoje com humor duma "boca" do diretor da agência espacial russa sobre o programa espacial dos EUA.

"O trampolim funciona", disse hoje Elon Musk entre risos numa conferência de imprensa ao lado do administrador da agência espacial norte-americana, aludindo a uma afirmação proferida em 2014 pelo diretor da agência espacial russa, Dmitri Rogozin.

Na altura, um período de tensão entre EUA e Rússia, Moscovo tinha ameaçado interromper a cooperação espacial com Washington e Rogozin disse que sem a ajuda dos russos, os americanos iam precisar de "um trampolim" para chegar à Estação Espacial Internacional.

A piada de Musk desencadeou várias publicações nas redes sociais em que Rogozin é ridicularizado, levando mesmo a que o nome do diretor da Roscosmos se tornasse "tendência" na rede social Twitter.

Por causa disso, o porta-voz da Roscosmos, Vladimir Ustimenko, afirmou no Twitter que "não se compreende bem a histeria desencadeada pelo lançamento bem-sucedido da cápsula Crew Dragon".

"Aconteceu o que já devia ter acontecido há muito tempo", comentou.

O lançamento bem-sucedido do foguetão Falcon 9 da empresa SpaceX foi o primeiro voo espacial com passageiros a descolar dos Estados Unidos em nove anos.

A bordo da cápsula Crew Dragon, colocada na ponta do foguetão, seguem dois astronautas americanos que deverão acoplar a nave com a Estação Espacial Internacional.

LEIA AQUI TUDO SOBRE O NOVO CORONAVÍRUS

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de