Observadores internacionais registam mais de 600 violações do cessar-fogo em Donbas

A Organização para a Segurança e Cooperação na Europa explica que estes números refletem um aumento significativo da violência armada na Ucrânia oriental.

Os observadores internacionais da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE) informaram na sexta-feira que as violações do cessar-fogo na região oriental ucraniana de Donbas registaram um "aumento significativo".

A OSCE registou 222 violações de cessar-fogo na área de Donetsk, das quais 135 foram explosões. Já em Luhansk foram verificadas 648 violações, das quais 519 foram explosões, disse a OSCE num relatório.

Estes números refletem um aumento significativo da violência armada na Ucrânia oriental, concluiu a organização, reiterando "a necessidade" de se abster do uso da força e de desescalar uma situação "já tensa".

"A retórica cada vez mais hostil e inflamatória que temos ouvido recentemente mina os esforços de promoção da paz, estabilidade e segurança e aumenta o risco de novos confrontos e escalada. Tem de parar", sustentou na mesma nota.

As forças governamentais ucranianas estão a combater as forças separatistas pró-russas na região de Donbas. Ambas as partes acusaram-se mutuamente de dezenas de violações do cessar-fogo.

Entretanto, milhares de pessoas foram deslocadas das regiões de Lugansk e Donetsk para a região russa de Rostov, no leste do país.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de