Ocean Viking socorre 203 pessoas em poucos dias no Mediterrâneo

Entre os migrantes socorridos figuram cidadãos da Líbia, Sudão do Sul, Egito, Tunísia e Síria e sírios.

O navio de resgate da associação SOS Mediterrâneo, Ocean Viking, resgatou nos últimos dias 203 pessoas, em várias operações, anunciou este domingo esta organização não-governamental através da rede social Twitter.

Entre os migrantes socorridos figuram cidadãos da Líbia, Sudão do Sul, Egito, Tunísia e Síria e sírios. Nas quatro operações realizadas desde quinta-feira, o Ocean Viking resgatou 203 pessoas, das quais 67 menores.

Já este domingo, o navio socorreu 71 migrantes que se encontravam em perigo numa embarcação de madeira, extremamente sobrecarregado, na área de busca e resgate de Malta.

Os ocupantes fugiam da Líbia, de onde tinham saído há três dias sem alimentos, nem água, e estavam exaustos no momento do resgate.

Os três resgates anteriores, ocorridos na costa da Líbia, envolveram três barcos de madeira e um de fibra de vidro que ficaram sem combustível.

A 01 de maio, o Ocean Viking resgatou 236 migrantes no mar da Sicília, tendo posteriormente passado várias semanas em doca seca, em Nápoles, para reparação.

As Nações Unidas solicitaram recentemente à Líbia e à União Europeia para reformarem as respetivas operações de resgate e salvamento no Mar Mediterrâneo, alegando que as atuais práticas privam os migrantes dos seus direitos e dignidade.

Segundo dados da Organização Internacional para as Migrações, desde o início do ano 866 migrantes perderam a vida no Mediterrâneo ao tentar chegar à Europa.

Por sua vez, a SOS Mediterrâneo afirma ter resgatado mais de 30 mil pessoas desde fevereiro de 2016, primeiro com o Aquarius, depois com o Ocean Viking.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de