Oitenta e seis migrantes resgatados ao largo das Ilhas Canárias

As embarcações onde viajavam foram detetadas esta madrugada e terão partido, de acordo com a Guarda Costeira espanhola, da zona da região de Cabo Bojador, no Saara Ocidental.

Pelo menos 86 migrantes, incluindo 16 mulheres e um menor, foram resgatados de dois barcos pelo Salvamento Marítimo espanhol ao sul da ilha Grande Canária, disseram neste sábado as autoridades espanholas.

Os navios Guardamar Concepción Arenal e o Salvamar Macondo, que realizaram esses resgates, indicaram que os migrantes estão aparentemente bem de saúde e estão a ser levados para o porto de Arguineguín, na ilha espanhola Grande Canária.

O primeiro resgate foi realizado pelo Guardamar Concepción Arenal durante a madrugada deste sábado, depois de o helicóptero Helimer 201 localizar o barco pneumático com 48 africanos subsarianos a bordo, nomeadamente 36 homens, 11 mulheres e um menor.

Esta operação teve início na sexta-feira, após a Guarda Civil espanhola avisar às autoridades do Salvamento Marítimo que uma pequena embarcação tinha deixado a região de Cabo Bojador, no Saara Ocidental.

A segunda operação foi realizada horas depois, após um telefonema aos serviços de resgate a alertar que havia um pequeno barco ao sul da ilha Grande Canária.

O navio Salvamar Macondo foi mobilizado e confirmou tratar-se de um pequeno barco, do qual resgatou 38 imigrantes, 33 homens e cinco mulheres, indicaram as fontes, que ainda não sabem se são subsarianos ou magrebinos.

O Salvamar Macondo está a transportar os migrantes a bordo e o barco a reboque para o porto de Arguineguín, acrescentaram as fontes.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de